Notícias

_DSC4814

O Município de Esposende continua a investir na requalificação do parque escolar concelhio. Depois de, recentemente, ter anunciado o lançamento do concurso para a empreitada de beneficiação da Escola Básica de Gemeses, num investimento na ordem dos 144.000 euros, concretiza-se, agora, mais um procedimento para a execução da obra de requalificação da Escola Básica de Pinhote e Zona Envolvente, em Marinhas. A empreitada terá um custo de 169.600 euros e um prazo de execução de 150 dias, traduzindo-se na beneficiação do edifício existente e do logradouro envolvente.

Os trabalhos incluem, assim, a criação de sanitário adaptado a pessoas com mobilidade condicionada, equipado com duche, bem como a total reformulação das instalações sanitárias existentes. No piso 1, o pavimento em madeira das salas de aula será substituído por pavimento flutuante. Ao nível do telhado, serão executados trabalhos de manutenção da cobertura e serão efetuadas as pinturas tanto do interior como do exterior do edifício, bem como dos muros, dos elementos metálicos dos cobertos, dos corrimões das rampas e dos portões do logradouro, sendo também substituída a caixa de correio. A empreitada inclui, ainda, a requalificação do parque infantil existente no logradouro e a requalificação do campo polidesportivo adjacente ao recinto escolar, que engloba a recuperação do murete existente e do piso com tapete betuminoso e pintura, e substituição das balizas. A zona do polidesportivo passará a ser completamente vedada, sem comunicação direta com o exterior, com acesso apenas através do logradouro da escola. Nesta intervenção está igualmente contemplada a execução da ligação da rede de drenagem de águas residuais do edifício à rede de saneamento público, na Rua do Regedor, com desativação das fossas séticas existentes.

Alinhada com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da ONU, a Câmara Municipal tem vindo a concretizar a requalificação e beneficiação dos equipamentos escolares da rede pública do concelho, no sentido de proporcionar melhores condições a toda a comunidade escolar. Neste plano de intervenção, integram-se, entre outras intervenções, a remoção das coberturas em fibrocimento ainda existentes, a pintura dos edifícios e a disponibilização de equipamentos informáticos. No que se refere, ainda, ao investimento na área da Educação, em virtude do confinamento decretado para controlar a pandemia do Covid-19, o Município disponibiliza, além de refeições escolares, computadores a alunos carenciados do concelho, para poderem acompanhar o Ensino à Distância, decorrente da suspensão das atividades letivas e não letivas presenciais.